Dia do Idoso: envelhecer com saúde

A palavra ‘envelhecer’ na maioria das vezes é entendida como algo negativo. No entanto, aos poucos, esse estigma foi ganhando outros sentidos, como o da possibilidade de ficar mais velho com muita saúde e cuidado. 

Hoje, 1º de outubro, é comemorado o Dia Internacional do Idoso. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) justamente para que as pessoas lembrem que a idade chega para todos, mas que isso não é motivo para angústia. O médico geriatra pela SBGG/AMB, Belisio Neto, ao falar sobre um envelhecimento ativo e saudável, lembra que o importante é o autocuidado. “A higiene, a regularidade na consulta médica, solicitar os exames necessários, ter uma alimentação balanceada, isso tudo faz parte do autocuidado e promove um envelhecimento muito mais saudável e ativo para o paciente”. 

No Brasil, a população idosa é composta por 29.374 milhões de pessoas, totalizando 14,3% da população total do país. A expectativa de vida, em 2016, para ambos os sexos, aumentou para 75,72 anos, sendo 79,31 anos para a mulher e 72,18 para o homem. Na legislação, é considerada idosa a pessoa que tenha 60 anos ou mais de idade. Para comprovar a idade, basta apresentar um documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou a carteira nacional de habilitação. Segundo dados do Instituto Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE), até 2060, o percentual de pessoas com mais de 65 anos passará dos atuais 9,2% para 25,5%. Ou seja, 1 em cada 4 brasileiros será idoso.

O perfil da população idosa é caracterizado pelo forte predomínio de doenças, mas cabe destacar que esse quadro não significa necessariamente limitação de suas atividades, restrição da  participação social ou do desempenho. “Por isso é importante que as atitudes de autocuidado se mantenham durante a velhice, para que não ocorra riscos e doenças que prejudiquem o desempenho e o dia-a-dia do idoso”, afirma novamente o médico Belísio. 

Para conhecer todos direitos assegurados à população idosa consulte:

Política Nacional do Idoso (Lei nº 8.842, de 4 de janeiro de 1994)

Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003)

Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa (Portaria nº 2.528, de 19 de outubro de 2006)


Isadora Osório
Jornalista pela ESPM-Poa. Entusiasta pelas boas energias da vida e seus aprendizados. Em constante busca por desafios, evolução e networking. Atualmente, em especialização na área da saúde e bem-estar

Faça um comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Redes Sociais

2,677FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
54SeguidoresSeguir

Atualizações

Aplicativo Coronavírus-SUS ajudará a rastrear contatos de infectados com covid-19

O sistema conserva a privacidade, tanto do paciente infectado como da pessoa que recebe a notificação da possível exposição com o caso confirmado para a covid-19.

OMS alerta jovens sobre covid-19 “não são invencíveis”

Apesar dos jovens não serem a maioria dos mortos pela Covid-19, não se sabe quais serão os efeitos a longo prazo da infecção.

O que os números dizem sobre o novo coronavírus e a Covid-19 no Brasil

A contagem de pessoas infectadas desde o início da pandemia atingiu o total de 2,5 milhão.

Sua autoestima não depende só do que você vê no espelho

A busca por uma melhor autoestima tem sido, cada vez mais, um dos motivos para iniciar um...

Rússia anuncia que deve aprovar vacina contra coronavírus em agosto

O país, no entanto, ainda não apresentou dados científicos que comprovem a segurança e a eficácia do medicamento.