Diferença entre idade cerebral e cronológica pode ser preditor de risco de demência

0
337

A diferença entre a idade cerebral – estimada por ressonância magnética (RM) – e a idade cronológica de alguém pode servir como um importante biomarcador para calcular o risco de demência, segundo novo estudo publicado no periódico Proceedings of National Academy of Sciences.

Recentes pesquisas mostraram a relação entre envelhecimento acelerado do cérebro e distúrbios. No entanto, ainda não haviam encontrado utilidade dessa diferença de idade na triagem pré-clínica usando estudos longitudinais. Para preencher esta lacuna, os pesquisadores construíram um modelo de aprendizado profundo – deep learning – para estimar o envelhecimento cerebral com imagens de Ressonância Magnética de crânio de um estudo de base populacional incluindo 5.496 participantes.

Observou-se que essa diferença de idade estava significativamente associada ao risco de demência. Portanto, o estudo mostrou que a diferença entre a RM prevista no cérebro e a idade cronológica é potencialmente um biomarcador para o rastreamento precoce do risco de demência. 

“Esta diferença de idade tem o potencial de ser usada junto com outros fatores de risco e biomarcadores para categorizar a população em graus de risco suficientemente distintos para orientar decisões médicas ou pessoais, por exemplo, para a triagem de demência e para o planejamento informado de vida”, escreveram os pesquisadores.

A demência é caracterizada pelo declínio geral das habilidades mentais, como memória, linguagem e raciocínio que persiste por toda a vida e pode interferir com as atividades normais do indivíduo. Pessoas com demência podem se tornar confusas, incapazes de lembrar coisas ou perder habilidades que anteriormente tinham

A doença de Alzheimer é a causa mais comum de demência. Pessoas com Alzheimer perdem neurônios (células nervosas) que atuam em áreas do cérebro responsáveis pelo conhecimento e pela memória. Também ocorre o depósito de substâncias anormais em algumas células do cérebro. A causa da doença de Alzheimer é muito estudada, no entanto desconhecida. Fatores de risco incluem história familiar, a presença de um gene específico, e idade avançada.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here