Amazon lança serviço de reconhecimento automático de fala médica

Em 2017, a Amazon lançou um serviço de reconhecimento automático de fala que facilita aos desenvolvedores adicionarem recursos de fala para texto em seus aplicativos, chamado “Amazon Transcribe”. Aproveitando a tecnologia de voz, a empresa estendeu o projeto para a fala médica, lançando o Amazon Transcribe Medical.

O novo serviço de aprendizado de máquina, que chega no momento em que a Amazon está cada vez mais aumentando seus investimentos na área da saúde, permite que os médicos ditem rapidamente suas anotações clínicas e fala em texto preciso e em tempo real, sem nenhuma intervenção humana.

Após a implementação da Lei HITECH (Tecnologia da Informação em Saúde para Saúde Econômica e Clínica), nos Estados Unidos (EUA), os médicos são obrigados a realizar a entrada detalhada de dados nos sistemas de registros eletrônicos de saúde (EHR). No entanto, o processo pode ser demorado e desgastante, tornando-se, inclusive, um dos principais fatores de estresse no local de trabalho.


Como funciona?

O Amazon Transcribe Medical utiliza o aprendizado de máquina para fornecer reconhecimento automático de fala (ASR) de alta precisão para o setor médico. É possível usar o Transcribe Medical para capturar as conversas entre o médico e paciente em texto para análise posterior usando processamento de linguagem natural ou para entrada em sistemas de registro eletrônico de saúde (EHR), porque o serviço é treinado para entender a terminologia e o estilo da linguagem clínica. 

Um dos principais objetivos é fazer com que os médicos se concentrem melhor na consulta do paciente para proporcionar um atendimento mais cuidadoso.

O Transcribe Medical é elegível para HIPAA e se integra facilmente a aplicativos de documentação clínica e qualquer dispositivo com microfone. As transcrições podem ser enviadas automaticamente para um serviço de processamento de idioma natural como o Amazon Comprehend Medical. O Comprehend Medical que extrai informações médicas relevantes das transcrições, como condição médica, medicação, dosagem, força e frequência. 

Essas informações podem ser usadas para resumir notas, suporte a decisões clínicas, gerenciamento do ciclo de receita (codificação médica) e gerenciamento de ensaios clínicos.

Demonstração do Amazon Transcribe Medical

Recursos adicionais, como pontuação automática e pontuação inteligente, permitem que o médico fale naturalmente, sem ter que falar pontuações, como “adicionar vírgula” ou “ponto de exclamação”. Além disso, o serviço suporta ditados médicos e transcrição conversacional.


A tendência

A Amazon não é a única gigante da tecnologia que está interessada em soluções na área da saúde. Em novembro, o Google Health mostrou uma nova ferramenta de documentação semelhante ao EHR, que inclui um sistema de gráficos integrado que visa facilitar os médicos a pesquisa de métricas e anotações.

Além disso, existem ferramentas de documentação clínica que utilizam Inteligência Artificial. Outra empresa do setor, Notable, possui um smartwatch com IA para médicos que se vincula automaticamente ao EHR. 


O Amazon Transcribe Medical está disponível inicialmente nas regiões Leste dos EUA (Virgínia do Norte) e Oeste dos EUA (Oregon).

Isadora Osório
Jornalista pela ESPM-Poa. Entusiasta pelas boas energias da vida e seus aprendizados. Em constante busca por desafios, evolução e networking. Atualmente, em especialização na área da saúde e bem-estar

Faça um comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Redes Sociais

2,679FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
54SeguidoresSeguir

Atualizações

“Bala de prata” contra covid-19 pode nunca existir, diz OMS

Comitê de Emergência da OMS prevê que pandemia de covid-19 dure muito tempo e, por isso, é necessário continuar os esforços para sua contenção.

Aplicativo Coronavírus-SUS ajudará a rastrear contatos de infectados com covid-19

O sistema conserva a privacidade, tanto do paciente infectado como da pessoa que recebe a notificação da possível exposição com o caso confirmado para a covid-19.

OMS alerta jovens sobre covid-19 “não são invencíveis”

Apesar dos jovens não serem a maioria dos mortos pela Covid-19, não se sabe quais serão os efeitos a longo prazo da infecção.

O que os números dizem sobre o novo coronavírus e a Covid-19 no Brasil

A contagem de pessoas infectadas desde o início da pandemia atingiu o total de 2,5 milhão.

Sua autoestima não depende só do que você vê no espelho

A busca por uma melhor autoestima tem sido, cada vez mais, um dos motivos para iniciar um...