Amazon lança serviço de reconhecimento automático de fala médica

Em 2017, a Amazon lançou um serviço de reconhecimento automático de fala que facilita aos desenvolvedores adicionarem recursos de fala para texto em seus aplicativos, chamado “Amazon Transcribe”. Aproveitando a tecnologia de voz, a empresa estendeu o projeto para a fala médica, lançando o Amazon Transcribe Medical.

O novo serviço de aprendizado de máquina, que chega no momento em que a Amazon está cada vez mais aumentando seus investimentos na área da saúde, permite que os médicos ditem rapidamente suas anotações clínicas e fala em texto preciso e em tempo real, sem nenhuma intervenção humana.

Após a implementação da Lei HITECH (Tecnologia da Informação em Saúde para Saúde Econômica e Clínica), nos Estados Unidos (EUA), os médicos são obrigados a realizar a entrada detalhada de dados nos sistemas de registros eletrônicos de saúde (EHR). No entanto, o processo pode ser demorado e desgastante, tornando-se, inclusive, um dos principais fatores de estresse no local de trabalho.


Como funciona?

O Amazon Transcribe Medical utiliza o aprendizado de máquina para fornecer reconhecimento automático de fala (ASR) de alta precisão para o setor médico. É possível usar o Transcribe Medical para capturar as conversas entre o médico e paciente em texto para análise posterior usando processamento de linguagem natural ou para entrada em sistemas de registro eletrônico de saúde (EHR), porque o serviço é treinado para entender a terminologia e o estilo da linguagem clínica. 

Um dos principais objetivos é fazer com que os médicos se concentrem melhor na consulta do paciente para proporcionar um atendimento mais cuidadoso.

O Transcribe Medical é elegível para HIPAA e se integra facilmente a aplicativos de documentação clínica e qualquer dispositivo com microfone. As transcrições podem ser enviadas automaticamente para um serviço de processamento de idioma natural como o Amazon Comprehend Medical. O Comprehend Medical que extrai informações médicas relevantes das transcrições, como condição médica, medicação, dosagem, força e frequência. 

Essas informações podem ser usadas para resumir notas, suporte a decisões clínicas, gerenciamento do ciclo de receita (codificação médica) e gerenciamento de ensaios clínicos.

Demonstração do Amazon Transcribe Medical

Recursos adicionais, como pontuação automática e pontuação inteligente, permitem que o médico fale naturalmente, sem ter que falar pontuações, como “adicionar vírgula” ou “ponto de exclamação”. Além disso, o serviço suporta ditados médicos e transcrição conversacional.


A tendência

A Amazon não é a única gigante da tecnologia que está interessada em soluções na área da saúde. Em novembro, o Google Health mostrou uma nova ferramenta de documentação semelhante ao EHR, que inclui um sistema de gráficos integrado que visa facilitar os médicos a pesquisa de métricas e anotações.

Além disso, existem ferramentas de documentação clínica que utilizam Inteligência Artificial. Outra empresa do setor, Notable, possui um smartwatch com IA para médicos que se vincula automaticamente ao EHR. 


O Amazon Transcribe Medical está disponível inicialmente nas regiões Leste dos EUA (Virgínia do Norte) e Oeste dos EUA (Oregon).

Isadora Osório Silveira
Jornalista pela ESPM-Poa. Entusiasta por desafios, evolução e networking. Atualmente, em especialização na área da saúde e bem-estar.

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,814FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
56SeguidoresSeguir

Atualizações