ANS suspende venda de 14 planos de saúde

0
363

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu a venda de 14 planos de saúde de cinco operadoras, em todo o país, devido a reclamações feitas pelos usuários no quarto trimestre de 2019. Esses planos atendem a 62.704 beneficiários que não serão afetados.

A proibição da venda começa a valer no dia 13 de março. Esses planos só poderão voltar a ser comercializados para novos clientes se as operadoras apresentarem melhora durante o período de monitoramento realizado pela ANS.

A medida, divulgada hoje (9), faz parte do Monitoramento da Garantia de Atendimento da agência, que acompanha o desempenho do setor.

Além das suspensões, a ANS também divulgou hoje a lista de planos que poderão voltar a ser comercializados. Nesse ciclo, 28 planos de 11 operadoras tiveram a venda liberada por meio do monitoramento.


COVID-19: tudo sobre o Coronavírus


O monitoramento

O Monitoramento da Garantia de Atendimento realizado pela ANS é o acompanhamento do acesso dos beneficiários de planos de saúde às coberturas contratadas. Ele é realizado com base nas reclamações recebida e na quantidade de beneficiários. Segundo a Agência, as reclamações consideradas se referem ao descumprimento dos prazos máximos para realização de consultas, exames e cirurgias ou negativa de cobertura assistencial.

Os resultados são divulgados trimestralmente. A partir dessas informações, as operadoras são classificadas em faixas, possibilitando uma análise comparativa entre elas e acarretando a suspensão da comercialização dos planos mais reclamados.

A cada trimestre, as operadoras são reavaliadas e, aquelas que deixarem de apresentar risco à assistência à saúde são liberadas para oferecer os planos para novas comercializações, desde que os planos não estejam com a comercialização interrompida por outros motivos.

Resultados do Monitoramento da Garantia de Atendimento (4º trimestre/2019):

  • 14 planos com comercialização suspensa 
  • 28 planos com a comercialização liberada
  • 62.704 beneficiários protegidos
  • 20.664 reclamações recebidas no período de 01/10/2019 a 31/12/2019

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here