Por que o coronavírus se espalha fácil entre as pessoas?

0
379

A nova doença de coronavírus (COVID-19) identificada pela primeira vez em 2019, na China, tornou-se um sério problema de saúde pública global.  À medida que o número de infecções aumenta em todo o mundo, pesquisadores buscam compreender como o vírus se espalha tão facilmente.

Segundo a revista científica Nature, um conjunto de análises genéticas e estruturais identificou uma característica fundamental do vírus — uma proteína em sua superfície — que pode explicar por que ele infecta células humanas com tanto sucesso.

“Compreender a transmissão do vírus é essencial para sua contenção e prevenção futura”, afirma para a revista o virologista estrutural da Universidade de Washington em Seattle, David Veesler, que postou as descobertas de sua equipe sobre a proteína do vírus no servidor de pré-impressão biomédica bioRxiv.

Outros grupos estão investigando a porta através da qual o novo coronavírus entra nos tecidos humanos — um receptor nas membranas celulares. Tanto o receptor celular quanto a proteína viral oferecem alvos em potencial para os medicamentos bloquearem o vírus, mas os pesquisadores dizem que é muito cedo para ter certeza.


COVID-19: tudo sobre o Coronavírus

Coronavírus e a indústria de novas tecnologias em saúde


Vários membros da família Coronaviridae circulam constantemente na população humana e geralmente causam doença respiratória leve. No entanto, o coronavírus da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV) e o coronavírus da síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS-CoV) são transmitidos de animais para humanos e causam doenças respiratórias graves em indivíduos afetados. 

Em dezembro de 2019, uma nova doença respiratória infecciosa surgiu em Wuhan, província de Hubei, na China. As infecções iniciais estavam ligadas ao mercado de frutos do mar de Huanan, potencialmente devido ao contato com animais. Depois, ocorreu transmissão homem-a-homem e o novo coronavírus (COVID-19), espalhou-se rapidamente no país.

A pesquisa

Para infectar uma célula, os coronavírus dependem da ligação das proteínas do pico viral (S) aos receptores celulares e da ativação da proteína S pelas proteases das células hospedeiras. O estudo constatou que o SARS-CoV-2, agente causal do COVID-19, usa o mesmo receptor que o SARS-CoV ACE2, para entrada e usa a serina protease TMPRSS2 para a iniciação da proteína S.

Descobrir quais fatores celulares são usados ​​pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) para entrada pode fornecer informações importantes sobre a transmissão viral e qual seria a melhor alternativa de tratamento.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here