Como lidar com o isolamento social?

Com o avanço da pandemia do novo coronavírus, governos, especialistas e profissionais da saúde têm recomendado a adoção de medidas como o distanciamento social, isolamento e até a quarentena, como um esforço coletivo em reduzir o contato entre as pessoas para conter a transmissão do vírus.

Reduzir o contato entre as pessoas, evitando especialmente o agrupamento em locais fechados, ajuda a “achatar a curva”, expressão utilizada por epidemiologistas para descrever o objetivo de tornar a disseminação do vírus mais lenta, diminuindo o número de casos ao longo do tempo.

Essa alternativa ajuda os sistemas de saúde a ganhar tempo para responder à crise, impedindo que cheguem à sobrecarga e contribuindo para reduzir mortes causadas pela doença. Entenda a diferença entre as três medidas:

A quarentena

É definida como “restrição de atividades ou separação de pessoas suspeitas de contaminação das pessoas que não estejam doentes, ou de bagagens, contêineres, animais, meios de transporte ou mercadorias suspeitos de contaminação, de maneira a evitar a possível contaminação ou a propagação de coronavírus”.

Distanciamento social

É a medida voltara para as pessoas que não apresentam sintomas. A medida consiste em eliminar o contato próximo entre indivíduos, evitar ambientes lotados, decretar home office.

O isolamento

Medida aplicada aos pacientes que foram diagnosticados com a doença, que devem ficar em casa ou no hospital, adotando precauções ainda mais rígidas com relação ao contato humano.


COVID-19: tudo sobre o Coronavírus
Quanto tempo o coronavírus sobrevive nas superfícies?
Idosos são mais vulneráveis ao coronavírus


Dicas do que fazer na fase de isolamento social

  1. Leia aquele livro que você tanto quer!
    Na correria do dia a dia, o hábito fica um pouco esquecido, não é mesmo? E se quiser um livro novo, você pode optar por compras online ou bibliotecas virtuais
  2. Evite o excesso de informação
    Isso não significa não saber o que está acontecendo, mas filtrar quais informações e notícias são mais adequadas para o período. Cuide das fontes, as fake news podem provocar mais ansiedade e gera desinformação;
  3. Cuide do seu corpo!
    Ter o autocuidado nesses momentos é essencial. Pratique exercícios em casa, tente cuidar da sua alimentação sem muitos excessos, mas não deixe de aproveitar. Meditação e dança são atividades que podem ajudar a relaxar.
  4. Estabeleça uma rotina
    Em caso de home office, é importante manter os horários e a produtividade. Por isso, tente estabelecer a rotina de maneira adequada e como for possível. Faça lista de demandas e atividades para se organizar e não procrastinar.
  5. Mantenha-se conectado
    Utilize a tecnologia a seu favor e mantenha o contato com as pessoas que você ama. Realize uma ligação ou uma chamada de vídeo com familiares e amigos.
  6. Aproveite uma sessão de cinema!
    Preparar uma maratona de filmes que você ainda não viu ou até mesmo quer rever é uma ótima escolha nesse período. Faça uma pipoca, arrume sua cama e aproveite para se entreter com um cinema em casa.
  7. Acesse inúmeros conteúdos e cursos online gratuitos
    Que tal aproveitar para aprender algo novo? diversos cursos estão sendo disponibilizados por instituições de ensino do país durante o período de isolamento. Alguns deles você pode encontrar na Udemy, Coursera, ESPM, e vários outros que estão na internet.
  8. Peça ajuda se precisar
    Caso perceba que está ansioso, deprimido ou extremamente sobrecarregado, procure um médico ou psicólogo. Neste momento a maioria dos profissionais está realizando atendimentos online.

Mesmo com as sugestões para se ocupar durante o isolamento e distanciamento social, lembre-se que não é preciso ser super produtivo neste período! Se você quer tirar um tempo para o autocuidado, descansar e desacelerar: está tudo bem! 🙂

Infohealth
Primeiro site de notícias de saúde do Brasil.

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,814FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
56SeguidoresSeguir

Atualizações