Brasil registra mais de 3 mil mortes por covid-19

Em 24 horas, o Brasil registrou 407 novas mortes por covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Este foi o maior número neste período desde o início da contagem. No total, o país soma 3.313 óbitos, 49.492 mil casos confirmados e 26.573 pacientes recuperados até às 14h desta quinta-feira (23). Ainda de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Saúde, 19.606 casos estão em acompanhamento.

A gente teve um aumento nos óbitos acima do que vinha acontecendo anteriormente. Ainda não é possível dizer se isso representa um esforço em fechar os diagnósticos ou se representa uma tendência de aumento. Como falei ontem, a gente avalia todo o dia o que está acontecendo, até hoje à tarde e, a partir dos dados novos, definimos as novas ações”, explicou o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, em entrevista coletiva.  

As novas mortes marcaram um aumento de 14% em relação a quarta-feira (22), quando foram registrados 2.906 falecimentos. Já a quantidade de pessoas infectadas teve uma elevação de 8,2% em 24 horas

Fonte: Ministério da Saúde.

Todos os estados brasileiros registram casos e mortes por covid-19. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 16.740 casos e 1.345 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 6.172 casos e 530 óbitos.


Como se proteger

As principais recomendações de prevenção ao novo coronavírus, segundo o Ministério da Saúde, são:

  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%;
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos;
  • Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • Ao tocar, lave sempre as mãos;
  • Mantenha uma distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa;
  • Evite abraços, beijos e apertos de mãos;
  • Higienize com frequência o celular e os brinquedos das crianças.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos;
  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados;
  • Evite circulação desnecessária nas ruas. Se puder, fique em casa;
  • Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, e fique em casa até melhorar;
  • Durma bem e tenha uma alimentação saudável;
  • Utilize máscaras caseiras ou artesanais feitas de tecido em situações de saída de sua residência. Saiba como fazer a sua aqui.

LEIA MAIS:
Aumento do consumo de álcool no isolamento social preocupa
Amamentação X coronavírus: qual a orientação?
O coronavírus pode ser transmitido por alimentos?


Foto: wirestock/freepik

Infohealth
Primeiro site de notícias de saúde do Brasil.

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,193FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir

Atualizações

7 fatos importantes sobre a mamografia

A detecção precoce desempenha um papel fundamental para o sucesso do tratamento do câncer, e por isso alguns exames devem fazer parte da rotina de saúde das mulheres. Confira 7 fatos sobre a mamografia, um dos principais exames de rastreamento.

Como a pandemia mudou a dieta do brasileiro

Aumento de consumo de alimentos processados e, ao mesmo tempo, de frutas e hortaliças, marca as alterações no cardápio nacional durante os últimos meses.

Johnson & Johnson pausa testes de vacina contra a Covid-19 após doença inexplicada

A reação está sendo analisada e avaliada por um conselho independente de monitoramento de dados e segurança, bem como pelos médicos clínicos e de segurança da empresa.

Estudo aponta alterações em neurônios características do autismo

A pesquisa pode ser o primeiro passo para a criação de um teste para identificação precoce dos transtornos do espectro autista.

Definição de dor é revisada após mais de quatro décadas

Revisão da Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP) reconhece pacientes com dores de origens de difícil diagnóstico, como a fibromialgia.