Novo surto de ebola é declarado na República Democrática do Congo, anuncia OMS

0
582

O Governo da República Democrática do Congo anunciou, nesta segunda-feira (01) que está ocorrendo um novo surto de Ebola na cidade ocidental de Mbandaka, na província de Équateur, no oeste da RDC. O país, que fica no centro da África, também enfrenta a pandemia de Covid-19 e o maior surto de sarampo do mundo.

As informações iniciais do Ministério da Saúde são que até agora foram detectados seis casos de Ebola em Wangata, dos quais quatro morreram e dois estão vivos e sob cuidados. Três desses seis casos foram confirmados com testes de laboratório. 

“Este é um lembrete de que o COVID-19 não é a única ameaça à saúde que as pessoas enfrentam”, disse o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus. “Embora grande parte de nossa atenção esteja voltada para a pandemia, a OMS continua monitorando e respondendo a muitas outras emergências de saúde”.

É provável que mais pessoas sejam identificadas com a doença à medida que as atividades de vigilância aumentam.

O novo surto é o 11º do Congo desde que o vírus foi descoberto perto do rio Ebola em 1976. Segundo a OMS, é esperado que a República Democrática do Congo tenha surtos de ebola, dada a existência do vírus em animais em muitas partes do país.

Entre 2013 e 2016, uma epidemia de ebola no oeste africano (principalmente na Guiné, Libéria e Serra Leoa) matou 11,3 mil pessoas.


Ebola

A doença do vírus Ebola (DVE), anteriormente conhecida como febre hemorrágica do Ebola, é uma doença rara, porém grave, geralmente fatal em humanos. O vírus é transmitido às pessoas de animais selvagens e se espalha através da transmissão de humano para humano.

As vacinas para proteção contra o Ebola estão em desenvolvimento e têm sido usadas para ajudar a controlar a propagação de surtos na Guiné e na República Democrática do Congo (RDC).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here