Ayurveda: uma forma alternativa de manter sua saúde física e mental em dia

0
527
Portrait Of Beautiful Chinese Woman Exercise In Park
assinatura erica

O que mais se ouve falar nos últimos tempos é sobre estar saudável para aguentar todo esse caos. Mas o que é estar saudável de verdade? Em cada canto encontramos um tipo de medicina alternativa que te faz encontrar a saúde tanto desejada. Todas essas medicinas de prevenção têm o seu benefício próprio, com suas técnicas e particularidades que servem para todo tipo de procura. Porém, o que muitos não sabem, é que a maioria deriva da medicina mais antiga da humanidade, o Ayurveda, tendo em vista a sua origem datada há mais de 5 mil anos, na Índia.

Seu nome vem do sânscrito e significa “ciência da vida”, o que já leva a interpretar que não se trata somente da cura ou saúde do corpo físico.

A técnica milenar consiste na busca por uma vida saudável, desprendida dos rotineiros remédios e focada na harmonia entre o corpo, a mente e a alma. O propósito desse sistema é manter o equilíbrio do indivíduo consigo mesmo, com a natureza e com os outros seres. Só assim seria possível estar realmente saudável – e feliz.

Os princípios do Ayurveda consistem na crença de que tudo no universo, inclusive o corpo físico, é composto pelos 5 elementos básicos: Espaço ou éter, ar, fogo, água e terra. Quando há equilíbrio desses elementos no âmbito físico, mental e emocional, de acordo com a combinação de cada indivíduo, há saúde e bem-estar. Entretanto, quando há desarmonia entre eles, os mesmos tornam-se uma expressão patológica.

Um dos princípios é relacionado às doenças e suas origens, onde se acredita que as doenças se manifestam muito antes de começarem seus sintomas. Através de pequenos desequilíbrios diários obtidos através de hábitos, emoções e forças externas incontroláveis (estações do ano, por exemplo) ou de traumas e relações sociais ou pessoais indesejáveis. Desequilíbrios esses importantes para apontar o que é ou não necessário para uma vida mais saudável.

Quando identificamos esses desiquilíbrios traçamos uma rota para conseguirmos reencontrar o nosso bem-estar natural. Com base nesse processo de “auto-cura” que o Ayurveda trabalha.

A terapia não é limitada! Você não precisa se “submeter”. A ideia não é atribuir sofrimento, muito pelo contrário, a ideologia trabalha com a sensação de liberdade, onde integramos na nossa vida tudo que nos fez mal um dia, entendemos e passamos a optar por uma qualidade melhor.

É tudo uma questão de equilíbrio, uma questão de escolhas. O Ayurveda irá lhe apontar uma direção, onde você se reeducará e buscará a tranquilidade que anseia e precisa, no entanto, você não precisa, necessariamente, deixar tudo que gosta para trás. Pelo contrário, pelo caminho ficará só aquilo que não lhe faz bem.

O Ayurveda utiliza várias ferramentas terapêuticas com o objetivo de equilibrar os cinco elementos de forma muito específica de acordo com suas respectivas características, são elas:

  • • Orientação de rotina diária adequada
  • • Dieta Ayurvedica (baseada nos elementos que cada alimentos compõe)
  • • Atividade física adequada
  • • Prática de yoga e meditação
  • • Fitoterapia
  • • Óleos medicinais
  • • Terapias purificadoras (Detox físico e mental)
  • • Massagens Ayurvedicas

Essa ciência apresenta excelentes resultados tanto com relação aos aspectos físicos quanto emocionais, já que somos um: corpo-mente. Certamente, todo este rico conhecimento oferece inúmeros benefícios para a saúde, como por exemplo alívio do estresse, diminuição da ansiedade, depressão, regulamento da pressão arterial, previne doenças como diabetes, colesterol alto, doenças cardíacas, benefícios estéticos para com o corpo, autoconhecimento, saúde das relações sociais e pessoais (como relacionamento de casal e família).

Uma dica para seu dia-a-dia é a auto-observação. Para cada pessoa há uma indicação de tratamento, alimento ou hábito, de acordo com sua vida, seu perfil e sua queixa. Mas o autoconhecimento é indicado para todos em qualquer estágio da saúde.

Só é possível saber o que tratar se você souber se observar. Observar seus hábitos, o que você come (muita gente não faz ideia do que coloca pra dentro durante um dia apenas), como está a sua digestão, o que você assiste na televisão, do que sua mente se alimenta nas redes sociais ou canais de informação da internet, como estão as suas emoções, quais os principais gatilhos que ativam seu sistema de defesa e ataque.

Tudo isso é possível identificar com a auto-observação diária. Estar consciente é o primeiro passo para uma vida saudável.


LEIA MAIS COLUNAS:
O papel das emoções na nossa vida
Planejamento para uma vida saudável
Porque a resistência antimicrobiana é um sério problema de saúde mundial?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here