Testes para vacina chinesa devem começar nesta segunda-feira em São Paulo

0
313

Considerada uma das vacinas mais promissoras contra a covid-19, a chinesa CoronaVac deve começar a ser testada em humanos nesta segunda-feira (20), em São Paulo. Nesta fase, os testes serão realizados em 9 mil profissionais de saúde em centros de pesquisas de seis estados: São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. A pesquisa será coordenada pelo Instituto Butantan e o custo da testagem é de R$ 85 milhões, custeados pelo governo.

O laboratório Sinovac Biotech já realizou testes do produto em cerca de mil voluntários na China, nas fases 1 e 2. Antes, o modelo experimental aplicado em macacos apresentou resultados expressivos em termos de resposta imune contra as proteínas do vírus. O avião com os medicamentos produzidos pela empresa chegou ao aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na madrugada desta segunda-feira. As vacinas serão levadas para o Instituto Butantan, na zona oeste da capital paulista. 

A vacina é inativada, ou seja, contém apenas fragmentos do vírus, inativo. Com a aplicação da dose, o sistema imunológico passaria a produzir anticorpos contra o agente causador da covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Pelo protocolo de pesquisa, metade dos voluntários receberá a substância, e os demais, um placebo — a eficácia será atestada na comparação entre esses dois grupos.

O acordo com o laboratório prevê que, se efetivada, o Brasil ficará com 60 milhões de doses da vacina para distribuição. A previsão é que em dezembro já se tenha uma conclusão definitiva sobre a eficácia. Se os resultados forem positivos, os grupos prioritários, como idosos, pessoas com comorbidades e profissionais de saúde, poderão receber a vacina no Brasil já no primeiro trimestre.

Esta é a segunda vacina que está sendo testada no Brasil. A primeira é a que está sendo produzida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido.


LEIA MAIS
Aplicativo rastreador de sintomas revela seis tipos de infecção por Covid-19
ANS retira teste para covid-19 de lista obrigatória de cobertura dos planos de saúde
Radiação nos pulmões de pacientes com covid-19 acelera recuperação, diz estudo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here