OMS alerta jovens sobre covid-19 “não são invencíveis”

0
370

Em entrevista coletiva, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que uma das tarefas mais difíceis do combate à pandemia do novo coronavírus é convencer os jovens de que também estão em risco. Ele demonstrou preocupação com o aumento das infecções por covid-19 entre o grupo.

“Já dissemos isso antes e repetimos: os jovens não são invencíveis”, disse o diretor geral. Dados sugerem que picos recentes de casos confirmados em alguns países estão sendo “impulsionados em parte por pessoas mais jovens que baixam a guarda durante o verão no hemisfério norte”, disse.

Apesar dos jovens não serem a maioria dos mortos pela doença, ainda não existem dados científicos sobre quais serão os efeitos a longo prazo. O diretor de emergências da OMS citou um estudo realizado na Alemanha que identificou alterações e inflamações prolongadas no sistema cardíaco de jovens que se recuperaram da Covid-19. “Quando dizemos que maioria das pessoas têm sintomas leves e se recuperam, é verdade, mas não sabemos quais serão os impactos prolongados em todos os infectados”.

Uma das principais epidemiologistas da Organização, Maria Van Kerkhove, também ressaltou que “a maioria dos jovens infectados costuma ter doenças mais leves. Mas isso nem sempre é consistente”.

O diretor-geral da entidade lembrou que já faz seis meses que a OMS declarou emergência de saúde pública de interesse internacional por causa do coronavírus.


LEIA MAIS:
Fiocruz aposta em vacinação contra covid-19 a partir de 2021
O que os números dizem sobre o novo coronavírus e a Covid-19 no Brasil
Hidroxicloroquina não tem eficácia, diz estudo brasileiro sobre a droga

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here