Quando ir ao psicólogo?

Como dia 27 de agosto é o dia do psicólogo, vamos comemorar falando um pouquinho sobre essa linda profissão. Quem nunca ouviu a frase: “Psicólogo é para louco?” Pois é, estamos no século 21 e ainda muitas pessoas seguem o senso comum de que “psicólogo é para louco”. Gente!! Vamos largar esse preconceito bobo, o psicólogo pode nos ajudar em muitas coisas e em áreas distintas. Vou contar um pouquinho sobre.

Você vai ao psicólogo quando:

Primeiro de tudo: Você merece um espaço para pensar e falar sobre você
Quando desejar praticar o autocuidado
Quando desejar se conhecer melhor
Quando precisar de orientação seja profissional, vocacional, etc
Quando se sentir perdido
Quando estiver com dificuldade em resolver algum problema
Quando estiver desmotivado
Quando estiver ansioso
Quando estiver com sentimentos de medo
Quando estiver com pensamentos difíceis, ruins, etc
Quando estiver bem, mas com vontade mudar
Quando desejar melhorar a autoestima
Quando desejar trabalhar a relação amorosa
Quando desejar melhorar a relação com a família
Quando desejar melhorar a relação com e entre os filhos
Quando precisar de uma avaliação psicológica
Quando precisar de uma avaliação neuropsicológica
Quando estiver passando por perdas, términos de relacionamento e lutos
Quando precisar cuidar de transtornos alimentares
Quando passar por traumas
Quando precisar passar por reabilitação
Quando desejar mudar um comportamento

A LISTA NÃO TEM FIM! Você pode procurar um psicólogo para trabalhar diversas coisas!
Vamos quebrar esse tabu de que apenas pessoas fracas ou “loucas” devem procurar ajuda psicológica. Isso não é verdade, mas quando criamos este preconceito em nossa mente, acabamos rejeitando essa ajuda que poderia estar contribuindo para nosso crescimento e bem estar.

Vou contar um pouquinho sobre o processo. Quando chegamos pela primeira vez na sessão, o psicólogo vai fazer perguntas sobre o motivo da busca pela terapia, vai contar um pouquinho sobre como funciona a terapia e combinações serão realizadas. Nas sessões seguintes, a relação terapêutica será construída e o paciente falará sobre sua história. Aos poucos, através da construção do vínculo, da avaliação e preparação dos pontos que serão trabalhados em comum acordo com o paciente, que então inicia-se o processo de psicoeducação, autoconhecimento, mudança de comportamento e tudo mais. Veja que isso tudo leva tempo, como dizem “terapia não é miojo” e cada pessoa possui seu próprio tempo de processo terapêutico. Importante lembrar que toda mudança gera algum sofrimento, então neste caminho é possível que o paciente se sinta em alguns momentos mais “pra baixo” e em outros momentos mais animado. Inclusive a família pode perceber mudanças que podem não ser muito agradáveis aos olhos deles e o paciente ouvirá que “a terapia não está funcionando”, e quando se ouve isso significa o total oposto!

Quer saber mais sobre o código de ética profissional do psicólogo? Acesse aqui. Quer saber mais sobre sobre a legislação, serviços, notícias, informações em geral? Acesse o Conselho Federal de Psicologia-CFP.

“O Conselho Federal de Psicologia – CFP é uma autarquia de direito público, com autonomia administrativa e financeira, cujos objetivos, além de regulamentar, orientar e fiscalizar o exercício profissional, como previsto na Lei 5766/1971, regulamentada pelo Decreto 79.822, de 17 de junho de 1977, deve promover espaços de discussão sobre os grandes temas da Psicologia que levem à qualificação dos serviços profissionais prestados pela categoria à sociedade. Órgão central do Sistema Conselhos, o CFP tem sede e foro no Distrito Federal e jurisdição em todo o território nacional.”

Então, o CFP é onde se deve procurar ajuda quando tiver que pedir orientação e fiscalização quanto ao trabalho do psicólogo. Vale esclarecer que muitas pessoas que se identificam como terapeutas, não são psicólogos! Fique atento porque para ser um terapeuta profissional da psicologia clínica, a pessoa deve ter o título de bacharel em Psicologia em um curso devidamente regulamentado pelo Ministério da Educação (MEC), além de registro profissional ativo junto ao órgão regulador Conselho Regional de Psicologia-CRP de sua região. É possível verificar se o profissional está ativo aqui.

Algumas dúvidas que são frequentes:

Qual a diferença entre psicólogo e psiquiatra?

Psicólogos e Psiquiatras são profissionais de saúde habilitados para tratar de questões psíquicas/mentais. Ambos podem ajudar a lidar com transtornos relacionados à mente humana. Mas existem alguma diferenças importantes entre um profissional e outro.

O PSICÓLOGO realiza a graduação em psicologia e realiza especialização em uma abordagem que pode ser a Teoria Cognitivo-comportamental, a Psicanálise, o Humanismo, dentre outras existentes. Nós psicólogos tratamos dos estados e processos mentais, comportamento e suas interações com o ambiente. Os encontros geralmente ocorrem de forma semanal. Além disso, testes psicológicos são de uso exclusivo do psicólogo sendo vedada a aplicação de testes psicológicos para qualquer outro profissional que não seja psicólogo.

O PSIQUIATRA é formado em medicina, especializado em psiquiatria, podendo também realizar especialização em uma abordagem teórica da psicologia. Junto com o paciente busca o diagnóstico e prescreve o tratamento medicamentoso para trabalhar na química cerebral, quando necessário. Geralmente os encontros com o psiquiatra são realizados de forma mensal.

LEMBRANDO que se você precisar de ajuda, é necessário procurar ambos profissionais. Um pode ser complementar ao outro e o trabalho em equipe é muito efetivo.

O coach trabalha igual ao psicólogo?
NÃO.
O coach incentiva e apoia o cliente em seu objetivo que pode ser pessoal ou profissional despertando o potencial das pessoas em alguma área. Seu trabalho não tem caráter clínico, ele é responsável por motivar a prática de um hábito ou comportamento através de metodologias para alcançar metas e objetivos pessoais e profissionais.

O que devo falar para o psicólogo na primeira sessão?
Pode relaxar, nós psicólogos direcionamos a sessão conforme vamos percebendo a necessidade de aprofundamento.

Ser Psicólogo é fácil, é só ouvir o que a pessoa tem para falar enquanto finge que anota as coisas não é verdade?
Não é verdade!

Ser psicólogo é…
Anos de estudos condensados em momentos de 50 minutos;
Apagar incêndios com o amor pelo que faz;
Ouvir sofrimento e falar acolhimento;
Segurar a mão a cada recaída;
Ajudar a ver luz onde há escuridão;
Ajudar a calçar o sapatinho de cristal da forma que quiser sem quebrar o encanto a meia noite;
Mais que se ver, se enxergar no espelho, espelho meu;
Costurar retalhos e transformá-los em um lindo patchwork.


Um feliz dia 27 de agosto a todos psicólogos!


LEIA MAIS COLUNAS:
Depressão não é frescura!
O que não te contam sobre a ansiedade
Como você lida com emoções desagradáveis?

Fransuellen Avila
Psicóloga clínica com foco na terapia cognitivo comportamental. CRP: 07/32383

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,123FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir

Atualizações

Somente 1% de adolescentes do sexo masculino vai ao médico

Pesquisa foi feita com 267 estudantes de escolas públicas e privadas de 12 estados brasileiros de ambos os sexos, sendo 170 meninos e 87 meninas.

Doutor, você errou: breves dilemas e diretrizes sobre a caracterização do erro médico.

O erro aflige não somente o paciente que sofreu a intervenção médica ou o tratamento incorreto, mas também o médico envolvido, que terá de arcar com sérias consequências jurídico-disciplinares em função do equívoco.

Hepatites virais somam 40 mil casos no Brasil

No ano passado, de acordo com o Ministério da Saúde, foram notificados 37.773 casos da doença, que pode ser causada por cinco tipos de vírus: A, B, C e D.

Estudo com 50 mil pessoas aponta segurança da Coronavac contra covid-19

Instituto Butantan conduz no Brasil os testes clínicos da vacina contra o coronavírus na fase 3, realizados em quase 6 mil voluntários.

Johnson inicia teste final da vacina para Covid-19 em 60 mil pessoas

A Johnson & Johnson anunciou nesta quarta-feira (23) o início do ensaio final da potencial vacina a Covid-19, de injeção única, com...