Casos de bruxismo aumentam na pandemia

Diversas enfermidades foram desencadeadas ou agravadas durante a pandemia. Boa parte delas por causa do estresse e a ansiedade gerados pelas incertezas. Um dos problemas que se tornou mais frequente foi o Bruxismo, caracterizado pelo ranger ou apertamento exagerado dos dentes durante o dia ou à noite. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a disfunção afeta cerca de 84 milhões de brasileiros, equivalente a 40% da população.

O bruxismo tem causas multifatoriais. Em geral, a associação entre arcadas dentárias desalinhadas e fatores emocionais contribui para seu surgimento ou agravamento. “É uma manifestação que está associada à depressão, à ansiedade e à tensão quando ocorre durante o dia”, explica a dentista Eliana Lottenberg, do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo. “À noite, está vinculada à má qualidade do sono.”

Não há estimativas ainda, mas o dia a dia nos consultórios mostra aumento no número de queixas, além do elevado interesse nos serviços de busca na internet. 

Conheça opções de tratamento para a disfunção:

Placa estabilizadora

Placas de silicone ou acrílico moldadas no formato da arcada dentária reduzem o atrito entre os dentes.

Terapia psicológica

Recurso para ajudar o paciente a tratar enfermidades como depressão e ansiedade.

Tratamento farmacológico

Em alguns casos, pode ser necessário o uso de medicações para amenizar a dor ou tratar as doenças psiquiátricas associadas.

Aplicação de toxina botulínica

O uso da toxina botulínica alivia a dor ao relaxar os músculos, atenuando sua contração.


Fonte: Agência Einstein


LEIA MAIS:
Estresse e controle do estresse
6 dicas para melhorar a felicidade durante o isolamento
Falar alto traz mais riscos de transmissão da covid-19

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

7 fatos importantes sobre a mamografia

A detecção precoce desempenha um papel fundamental para o sucesso do tratamento do câncer, e por isso alguns exames devem fazer parte da rotina de saúde das mulheres. Confira 7 fatos sobre a mamografia, um dos principais exames de rastreamento.

Redes Sociais

3,193FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
55SeguidoresSeguir

Atualizações

Questionário pode prever risco de diabetes em pacientes saudáveis

Conduzida por pesquisadores do Hospital Israelita Albert Einstein pesquisa mostra que prevenção do tipo 2 da doença pode ser feita de forma simples e barata nos serviços de atenção primária à saúde.

Coronavac é a vacina mais segura contra Covid-19, mas eficácia será anunciada somente no final do ano

Dos 9 mil voluntários no Brasil, apenas 35% tiveram reações leves, como dor no local, e nenhum efeito colateral grave.

Estudo comprova presença do coronavírus no cérebro de pacientes

A pesquisa detectou ainda alterações morfológicas causadas pelo vírus.

7 fatos importantes sobre a mamografia

A detecção precoce desempenha um papel fundamental para o sucesso do tratamento do câncer, e por isso alguns exames devem fazer parte da rotina de saúde das mulheres. Confira 7 fatos sobre a mamografia, um dos principais exames de rastreamento.

Como a pandemia mudou a dieta do brasileiro

Aumento de consumo de alimentos processados e, ao mesmo tempo, de frutas e hortaliças, marca as alterações no cardápio nacional durante os últimos meses.