Moderna afirma que sua vacina é 94,5% eficaz na prevenção de Covid-19

0
258

A vacina experimental da farmacêutica Moderna mostrou-se 94,5% eficaz na prevenção da Covid-19 com base em dados provisórios de um teste em estágio final, anunciou a empresa nesta segunda-feira (16). A análise foi baseada em 95 infecções entre os participantes que receberam um placebo ou a vacina. Destes, apenas cinco infecções ocorreram naqueles que receberam a vacina, que é administrada em duas doses com 28 dias de intervalo.

Os 95 casos de infecções incluíram 15 adultos mais velhos (com mais de 65 anos) e 20 participantes identificados como sendo de diversas comunidades (incluindo 12 hispânicos ou latino-americanos, 4 negros ou afro-americanos, 3 asiáticos americanos e 1 multirracial).

“Este é um momento crucial no desenvolvimento de nossa vacina candidata contra Covid-19. Desde o início de janeiro, temos perseguido esse vírus com a intenção de proteger o maior número possível de pessoas ao redor do mundo. O tempo todo, sabemos que cada dia é importante. Esta análise provisória positiva de nosso estudo de Fase 3 nos deu a primeira validação clínica de que nossa vacina pode prevenir a doença, incluindo casos graves”, disse a CEO da Moderna, Stéphane Bancel.  

Com base nesses dados provisórios de segurança e eficácia, Moderna pretende pedir ao órgão regulador norte-americano, Food and Drug Administration (FDA), uma autorização para uso emergencial da vacina. A farmacêutica também planeja enviar pedidos de autorização a agências regulatórias globais.

Uma das principais vantagens da vacina da Moderna é que ela não precisa de armazenamento ultracongelado, o que facilita a distribuição. A Moderna espera que seja estável em temperaturas normais de geladeira de 2 a 8 graus Celsius por 30 dias e pode ser armazenado por até 6 meses a -20C.

A empresa disse que teria 20 milhões de doses prontas para embarque nos Estados Unidos antes do final de 2020 e esperava fabricar de 500 milhões a 1 bilhão de doses globalmente no próximo ano.


LEIA MAIS:
Vacina da Pfizer contra Covid-19 tem mais de 90% de eficácia em resultados preliminares
“Não sabemos se o Brasil terá a segunda onda da Covid-19″
Anvisa autoriza retomada de estudos clínicos com a CoronaVac

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here