Vacinação contra covid-19 começa ainda nesta segunda-feira nos estados


A vacinação contra o novo coronavírus foi antecipada, começando já nesta segunda-feira (18), após pressão de governadores. Eles propuseram ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, adiantar o início do processo, que a princípio ocorreria apenas a partir de quarta (20). O ministro afirmou que a previsão é que a distribuição das doses da vacina com uso de aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) ocorra até as 14h, e que as primeiras aplicações sejam feitas até as 17h.

A confirmação foi realizada durante o ato simbólico de entrega de 4,6 milhões de doses da CoronaVac no Centro de Logística do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. As vacinas serão transportadas para o Distrito Federal e as capitais de dez estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.

Além do suporte do Ministério da Defesa, o Ministério da Saúde também conta com o apoio da Azul e da Associação Brasileira de Empresas Aéreas por meio das companhias aéreas Gol, Latam e Voepass, para o transporte aéreo das doses.

Para o transporte terrestre, 100 veículos estão aptos para fazer o deslocamento das doses pelo país, com sistema de rastreamento e bloqueio via satélite. Até o final de janeiro, mais 50 caminhões serão incorporados a frota.

A vacinação terá início pelos grupos prioritários da chamada fase 1:

  • Trabalhadores da área da saúde;
  • Pessoas de 60 anos ou mais;
  • Pessoas com deficiência;
  • População indígena aldeada.

Segundo o ministro, o Instituto Butantan receberá um ofício pedindo celeridade no envio do pedido de autorização à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a produção de mais 2 milhões de doses da CoronaVac. A documentação deve ser analisada até 31 de março.

Ele também reforçou que os cuidados com uso de máscara e álcool em gel não podem ser deixados de lado. “A vacina não determina o fim das medidas protetivas”, disse.


LEIA MAIS: Enfermeira de São Paulo é primeira brasileira vacinada contra covid-19
Vacinas em tempo recorde e benefícios que vão além da imunização contra a COVID-19
Infecção por Covid-19 fornece alguma imunidade, mas o vírus ainda pode ser transmitido, segundo estudo

Infohealth
Primeiro site de notícias de saúde do Brasil.

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,697FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
56SeguidoresSeguir

Atualizações