China não relata nenhuma nova infecção local por Covid-19 pela primeira vez em quase dois meses

0
190

A China não relatou nenhum novo caso de Covid-19 no continente transmitido localmente pela primeira vez em quase dois meses, de acordo com dados oficiais mostrados na segunda-feira (08), mostrando sinais de que o país conseguiu eliminar a última onda da doença.

A Comissão Nacional de Saúde do país disse que os 14 novos casos confirmados foram infecções importadas do exterior. Sete dos casos ocorreram em Xangai, o restante na província de Guangdong, no sudeste do país. Nenhum novo caso foi registrado nas províncias de Heilongjiang e Jilin no nordeste.

Assim, os dados marcam a primeira vez que a China teve zero infecções locais desde 16 de dezembro, sugerindo que as medidas agressivas tomadas pelas autoridades conseguiram impedir a propagação da Covid-19 a partir de grandes aglomerados.

O número de novos casos assintomáticos, que a China não classifica como casos confirmados de Covid-19, aumentou de 10 para 16 no dia anterior, disse a Comissão Nacional de Saúde. O número total de casos na China continental é de 89.706 infecções, enquanto o número de mortos permanece inalterado em 4.636.

As autoridades chinesas redobraram, nas últimas semanas, os esforços para conter os surtos que atingiram diferentes regiões do norte da China: várias áreas foram isoladas e realizaram testes em massa à população, na tentativa de desacelerar a curva de casos.

A China quer evitar um aumento dos casos durante o período de férias do Ano-Novo Lunar, que este ano decorre entre 11 e 17 de fevereiro, quando centenas de milhões de trabalhadores regressam às suas terras natais.


LEIA MAIS:
China implanta testes de swab por via anal para testes de Covid-19
Infecção por Covid-19 fornece alguma imunidade, mas o vírus ainda pode ser transmitido, segundo estudo
China libera 5,4 mil litros de insumos para produção de vacina, diz Bolsonaro

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here