Governo federal decide comprar vacinas da Pfizer e da Janssen contra Covid-19


O governo federal decidiu fechar contrato para a compra das vacinas da Pfizer — desenvolvida em parceria com a empresa alemã BioNTech — e da Janssen — área farmacêutica do laboratório Johnson & Johnson. O acordo foi confirmado nesta quarta-feira (3), em reunião com representantes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, informou à entidade que a elaboração do contrato com a Pfizer está em andamento e que o ministério está em negociações com a Janssen.

O presidente da CNM, Glademir Aroldi, destacou que o temor é que o governo federal não cumpra o calendário de imunização e reforçou que é fundamental um posicionamento claro sobre as aquisições de vacinas. “Todas as vacinas devem ser disponibilizadas pelo PNI, para que as regiões mais necessitadas não sejam mais uma vez prejudicadas”, disse.

A vacina da Pfizer é a única com registro definitivo aprovado pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas ainda não havia sido comprada pelo governo federal. Já a vacina da Janssen ainda não tem autorização para uso dada pela agência.

Atualmente, o Brasil conta apenas com os imunizantes produzidos pelo Instituto Butantan (Coronavac) e pela Fiocruz (Oxford/Astrazeneca). No entanto, as duas têm somente autorização para uso emergencial no país, não a autorização definitiva.

A decisão pela compra dos dois imunizantes foi tomada em razão da aprovação do Projeto de Lei nº 534 de 2021 pela Câmara dos Deputados, que facilitou a compra de vacinas com autorização para uso emergencial pela Anvisa por estados, municípios e empresas.

A PL também autorizou o governo federal, estados e municípios a assumirem os riscos de indenização de cidadãos em caso de efeitos adversos das vacinas, uma das exigências impostas pela Pfizer e que vinha sendo objeto de resistência por parte do Ministério da Saúde.


Foto: Governo do Estado de São Paulo


LEIA MAIS:
Vacina de dose única da Johnson & Johnson é eficaz contra covid-19 e variante sul-africana
Ministério da Saúde inicia distribuição de mais 2,5 milhões de doses da Coronavac
EUA aprova uso emergencial da vacina da Johnson & Johnson contra a covid-19

Infohealth
Primeiro site de notícias de saúde do Brasil.

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,814FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
56SeguidoresSeguir

Atualizações