Pazuello pede para deixar ministério por problemas de saúde


O ministro da Saúde Eduardo Pazuello comunicou ao presidente Jair Bolsonaro que está com problemas de saúde e pediu para deixar o ministério, segundo informações do jornal O Globo. De acordo com o jornal, o general alegou que precisava de tempo para se reabilitar.

O pedido de afastamento acontece em um dos piores momentos da pandemia do novo coronavírus no país. No sábado (13), o Brasil registrou o 15º dia seguido com recorde na média móvel de mortes: segundo dados do ministério da saúde, o Brasil registrou em 24 horas 1.997 óbitos.

A colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, relatou que a cardiologista Ludhmila Hajjar, do Incor e da rede de hospitais Vila Nova Star, já desembarcou em Brasília para conversar com o Presidente da República para assumir o Ministério da Saúde.

A médica se especializou no tratamento para a Covid-19 e tratou, inclusive, de Eduardo Pazuello quando o ministro da Saúde contraiu a doença, em outubro de 2020. Além dele, atendeu os ministros Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, e Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), além dos ex-presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

No entanto, outros nomes ainda estão sendo analisados, como o presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Marcelo Queiroga, que também foi chamado para conversar.

*Notícia em atualização


Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil


LEIA MAIS:
Ministério da Saúde anuncia compra de 10 milhões da vacina Sputnik V
Anvisa aprova registro da vacina da Fiocruz/AstraZeneca e de medicamento contra covid-19
Pfizer e BioNTech afirmam que a vacina pode prevenir a infecção assintomática da Covid-19

Infohealth
Primeiro site de notícias de saúde do Brasil.

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,814FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
56SeguidoresSeguir

Atualizações