Regras para uso de máscaras em aviões e aeroportos são alteradas

0
215
Air travel in the new normal

Em virtude do agravamento da pandemia por Covid-19 no Brasil, com o surgimento de novas variantes e o aumento da taxa de transmissão da doença, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alterou as regras para o uso de máscaras em aeroportos e aeronaves. 

As medidas publicadas na RDC nº 477/2021, que altera a RDC nº 456/2020, visam contribuir para a proteção e mitigação do risco de contágio do vírus, e entram em vigor no dia 25 de março. No entanto, a Anvisa ainda recomenda que viagens não essenciais sejam adiadas, tendo em vista que a medida mais eficaz para controlar o aumento da transmissibilidade do novo coronavírus (SARS-CoV-2) é evitar exposições, realizando o isolamento social. 

O que mudou nas regras

Com as mudanças nas regras, as máscaras consideradas permitidas para utilizar na circulação de aeroportos e no interior de aviões são as máscaras N95 e PFF2 sem válvula, máscaras cirúrgicas, face shield acompanhado de máscara de proteção e máscaras de tecidos recomendados pela Anvisa com duas ou mais camadas.  

Ficam proibidas para viajar: máscaras de acrílico ou plástico transparente, protetores faciais (face shield) sem máscara de proteção por baixo, máscaras com apenas uma camada, bandanas ou lenços, além de máscaras com válvulas de expiração, incluindo as N95 ou PFF2.

A máscara deve cobrir o nariz e a boca, estando bem vedada ao rosto para impedir a entrada ou saída de gotículas. Crianças menores de 3 anos de idade estão dispensadas do uso. Segundo a Anvisa, o uso não obrigatório de máscaras nesses locais também é válido para pessoas com transtorno do espectro autista, deficiência intelectual, deficiências sensoriais ou qualquer outra deficiência que as impeça de fazer o uso adequado de máscara de proteção facial, conforme declaração médica.

Outras medidas de prevenção devem estar aliadas ao uso da máscara na hora de viajar, como a  higienização das mãos com frequência, evitar tocar nos olhos, nariz e boca, etiqueta respiratória, manter ambientes limpos e desinfectados e, quando possível, manter distanciamento físico.

O que é permitido dentro da aeronave 

A remoção da máscara no interior dos aviões é permitida somente para hidratação e alimentação (somente para pessoas idosas, crianças menores de 12 anos e viajantes que sejam portadores de doenças que requeiram dieta especial). Nos voos internacionais a retirada da máscara para alimentação do público em geral permanece permitida.


LEIA MAIS:
Exaustão e medo: pesquisa analisa o impacto da pandemia entre profissionais de saúde
“Maior colapso sanitário e hospitalar da história do Brasil”, segundo Fiocruz
Governo anuncia chegada de IFA para fabricação de 32 milhões de doses da vacina contra a Covid-19

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here