União Química e fundo russo entram com novo pedido de uso emergencial para vacina Sputnik V


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu nesta sexta-feira (26) um novo pedido de uso emergencial da vacina Sputnik V. O pedido foi realizado pelo laboratório União Química, que representa, no Brasil, o Fundo Russo desenvolvedor do imunizante.

Essa é segunda vez que o laboratório brasileiro faz essa solicitação. O pedido anterior, protocolado pela União Química no dia 15 de janeiro, será cancelado a pedido da empresa.

De acordo com o a Anvisa, a triagem dos documentos presentes no pedido já começou a ser feita. A conclusão da análise deve ser feita em sete dias úteis. “As primeiras 24 horas serão utilizadas para fazer uma triagem do processo e checar se os documentos necessários estão disponíveis. Se houver informação importante faltando, a Anvisa pode solicitar as informações adicionais ao laboratório.”, explicou a Agência em comunicado.

O prazo de sete dias úteis previsto para a análise do uso emergencial da vacina Sputnik V não considera o tempo do processo de exigência técnica, que é quando o laboratório precisa responder questões técnicas feitas pela Anvisa. A Agência ainda reitera que a análise do pedido de uso emergencial é feita por uma equipe multidisciplinar, que envolve especialistas das áreas de registro, monitoramento e inspeção.

A vacina Sputnik V foi desenvolvida pelo Centro Federal de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia de Gamaleya, de Moscou. O imunizante foi registrado na Rússia em 11 de agosto de 2020, tornando-se a primeira vacina contra a Covid-19 aprovada no mundo.

O imunizante revelou uma eficácia de 91,6% contra as formas sintomáticas da doença, segundo resultados publicados na revista médica The Lancet e validados por especialistas independentes.


Foto: Assessoria de Imprensa Rospotrebnadzor/TASS


LEIA MAIS:
Ministério da Saúde anuncia compra de 10 milhões da vacina Sputnik V
Anvisa retira obrigação de testes no Brasil para autorização de vacina
Vacinas em tempo recorde e benefícios que vão além da imunização contra a COVID-19

Isadora Osório Silveira
Jornalista pela ESPM-Poa. Entusiasta por desafios, evolução e networking. Atualmente, em especialização na área da saúde e bem-estar.

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,814FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
56SeguidoresSeguir

Atualizações