Pessoas com HIV/Aids também terão prioridade para vacina contra Covid

0
364

O Ministério da Saúde incluiu as pessoas que vivem com o vírus HIV/Aids entre os grupos prioritários definidos para receber a vacina contra a infecção pelo novo coronavírus. A atualização foi realizada em uma nota técnica adicionada ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

Com a nova orientação, pacientes que convivem com o vírus HIV/Aids, com idade entre 18 e 59 anos, devem ser incluídos no grupo de comorbidades. Anteriormente, o Plano contemplava maiores de 18 anos e com contagem de linfócitos T-CD4+. As pessoas que convivem com o HIV/Aids com 60 anos ou mais já estão contempladas na priorização por faixa etária.

De acordo com a pasta, a partir dessa iniciativa será possível reduzir o impacto da pandemia do novo coronavírus nesse grupo, “especialmente em relação ao risco de hospitalização e óbito, e respeitar o conceito de equidade do Sistema Único de Saúde (SUS).”, relata nota oficial.

A contraindicação da vacinação segue para indivíduos com hipersensibilidade ao princípio ativo ou a qualquer dos excipientes da vacina ou até mesmo para aquelas pessoas que apresentaram uma reação anafilática confirmada a uma dose anterior a da mesma vacina contra a covid-19.

O Ministério da Saúde ainda esclarece que as pessoas incluídas nesta fase da vacinação e com dados atualizados nos sistemas de informação (SISCEL, SICLOM) terão o pré-cadastro no Conecte-SUS realizado automaticamente. Para aqueles que apresentarem os critérios e não apresentarem o pré-cadastro, as Unidades Dispensadoras de Medicamentos (UDM) receberão, via SICLOM, a lista dos indivíduos incluídos.

Também será possível apresentar o receituário dos antirretrovirais, exames, relatório médico, prescrição médica, como forma de comprovar a condição.


Foto: Bruno Cecim/Agência Pará


LEIA MAIS:
Vacinas Pfizer e Moderna são 80% eficazes contra a Covid-19 após a primeira injeção
Crescimento significativo de jovens internados por Covid-19 no Brasil é preocupante
Futebol paulista: índice de atletas infectados por Covid-19 equivale ao de profissionais de saúde

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here