CDC dos EUA não observa relação entre casos de inflamação no coração com vacinados contra a Covid-19

0
269
Woman is clutching her chest, acute pain possible heart attack

A relação entre as vacinas contra a Covid-19 com inflamações do coração não são evidentes, informa os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. A diretora da agência, Rochelle Walensky, disse em coletiva de imprensa que nenhum sinal foi encontrado nas mais de 200 milhões de doses fornecidas. Atualmente, as vacinas contra a Covid-19 que estão sendo aplicadas nos EUA são a Pfizer-BionNTech, Moderna e Janssen/Johnson & Johnson.

A possível ligação dos imunizantes com a doença ocorre em virtude de 14 casos de inflamação do coração ou miocardite entre pessoas que foram imunizadas pelos serviços de saúde militares. De acordo com a diretora, o CDC está em contato com o Departamento de Defesa dos Estados Unidos para a investigação dos fatos. 

“É um grupo demográfico diferente do que normalmente vemos e trabalharemos com o Departamento de Defesa para entender o que está acontecendo nesses 14 casos”, disse Walensky.

O programa de vacinação americano teve como primeiro grupo prioritário os idosos, e os problemas relacionados à miocardite estão ocorrendo em pessoas vacinadas mais jovens, de acordo com a Agência Reuters. Ao menos 17,9 milhões de americanos com idade inferior a 30 anos receberam uma aplicação do imunizante contra o novo coronavírus, segundo dados do CDC.

Casos em Israel 

Em Israel, país líder mundial em vacinação contra o novo coronavírus, o Ministério da Saúde disse, no último domingo (25), que está investigando um pequeno número de casos de inflamação no coração associados a pessoas que receberam a vacina da Pfizer contra a Covid-19. O ministério israelense ainda não obteve conclusões.

A Pfizer disse à Reuters que não observou uma taxa mais alta da doença do que seria normalmente esperado na população em geral. A farmacêutica, questionada pela Agência Reuters, também disse que está em contato com o ministério israelense para revisar os dados a respeito da vacina. A maioria dos casos em Israel foi relatada entre pessoas de até 30 anos. 

Pessoas com comorbidades cardíacas estão mais propensas a desenvolverem formas graves da doença. A própria Covid-19 foi associada a casos de miocardite em alguns pacientes.


Foto: Freepik.com


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here