Covid-19: Alemanha disponibilizará vacina a todos os adultos a partir de junho


O Ministério da Saúde da Alemanha anunciou nesta segunda-feira (17) que a partir de 7 de junho o país começará a oferecer a qualquer pessoa com mais de 16 anos as vacinas contra a Covid-19, suspendendo a partir da data a lista de grupos prioritários.

O comunicado foi realizado pelo ministro da Saúde, Jens Spahn, após tomar a decisão em conjunto com os 16 secretários regionais de Saúde da Alemanha em uma videoconferência sobre a campanha de vacinação. “Quem quiser ser vacinado, para proteger a si próprio e às pessoas à sua volta, terá a oportunidade de fazê-lo entre dentro de algumas semanas e o final do verão”, disse o ministro.

A Alemanha estima receber cerca de 15 milhões de doses de vacinas nas três semanas anteriores à data prevista para começar a imunizar toda a população adulta, 7 de junho, segundo os cronogramas das empresas farmacêuticas.

Spahn pediu à população alemã “paciência”, uma vez que, apesar do número considerável de doses que estarão disponíveis nas próximas semanas, não será possível imunizar todos ainda no mês de junho.

Atualmente, o país alemão vem aplicando doses do imunizante contra o novo coronavírus em pessoas pertencentes a grupos prioritários, como idosos, pessoas com comorbidades e trabalhadores de Saúde e segurança pública. A aplicação está sendo realizada por meio de centros de vacinação e médicos que prestam assistência a grandes empresas. 

Além do mais, nas últimas semanas, consultórios de médicos de família passaram a auxiliar na imunização após a chegada de mais doses dos três fabricantes licenciados na União Europeia, o que fez com que a campanha de vacinação ganhasse mais velocidade, informa a Agência EFE. Na última quarta-feira, 12, o país bateu recorde de imunização em um único dia, aplicando a primeira dose em 1,35 milhão de pessoas.

Segundo o Ministério da Saúde, 37% de sua população recebeu ao menos uma dose da vacina e 11,2% foi imunizada com a segunda dose. No total, mais de 40 milhões de doses foram aplicadas.

O país alemão administra quatro imunizantes contra a Covid-19, sendo eles: Pfizer-BioNTech, AstraZeneca-Oxford, Moderna e Johnson & Johnson.


Foto: Freepik.com


LEIA MAIS:
EUA liberam pessoas vacinadas contra a Covid-19 de usar máscaras
Anvisa autoriza uso emergencial de coquetel de anticorpos contra a Covid-19
Quem já teve dengue tem mais chances de ter Covid-19 sintomática, aponta estudo

Bruna Faraco
Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), radialista e fotógrafa.

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,814FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
56SeguidoresSeguir

Atualizações