Ministério da Saúde inclui doenças neurológicas crônicas nos grupos prioritários da vacinação contra Covid-19

0
169

O Ministério da Saúde atualizou nesta quinta-feira (20) o Plano Nacional de Operacionalização (PNO) da vacinação contra a Covid-19, incluindo doenças  neurológicas crônicas na lista dos grupos prioritários de pessoas com comorbidades.

Entre as doenças neurológicas estão:

  • Doenças cerebrovasculares: acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico, ataque isquêmico transitório e demência vascular; 
  • Doenças neurológicas crônicas que impactem na função respiratória; 
  • Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular;  
  • Indivíduos com deficiência neurológica grave, paralisia cerebral, esclerose múltipla, ou condições similares.

Portadores dessas condições já podem ser imunizados contra a Covid-19.

A pasta ainda informou que a atualização do PNO adicionou a vacina da Pfizer/BioNTech na lista de imunizantes que estão sendo aplicados no Brasil, juntamente com orientações e especificações técnicas.

A atualização do plano também inclui novas recomendações para a vacinação de gestantes e puérperas. A orientação é de que, no momento, apenas grávidas com comorbidades sejam vacinadas, devendo ser aplicado nesse grupo somente o medicamento da Pfizer ou a Coronavac. 

Diante do episódio recente da morte de uma gestante após ter sido imunizada com a vacina Oxford/AstraZeneca/Fiocruz, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a suspensão imediata do imunizante para esse grupo.

Para as gestantes e puérperas que receberam a primeira dose do imunizante da AstraZeneca, o ministério recomenda que aguardem até o fim  da gestação e do período puerpério para receberem a segunda dose do imunizante.

Desde o início de maio a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 está aplicando doses dos imunizantes em  indivíduos com comorbidades, deficiência permanente, além de gestantes e puérperas.


Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here