Alimentação e hábitos saudáveis são fundamentais para a saúde do sistema digestivo


O Dia Mundial da Saúde Digestiva, data idealizada pela Organização Mundial de Gastroenterologia (WGO, na sigla em inglês), é celebrado anualmente no dia 29 de maio. A data tem como objetivo disseminar informações para a população a respeito dos cuidados que devem ser tomados com a saúde digestiva, além da prevenção e diagnóstico precoce de doenças relacionadas ao aparelho digestivo.

O sistema digestivo, também conhecido como gastrointestinal, é responsável pelo processamento dos alimentos ingeridos e a absorção dos nutrientes necessários às diferentes funções do corpo, fazendo com que seja mantido o pleno funcionamento do organismo.

Ele inclui o tubo digestivo que é composto pela  boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso, reto e órgãos glandulares – glândulas salivares, glândulas estomacais, fígado e pâncreas. Além desses órgãos, o sistema é formado por enzimas que asseguram a digestão correta dos alimentos, como a amilase salivar, pepsina, lipase e tripsina. 

Esses órgãos atuam em conjunto em funções que promovem a digestão de proteínas, carboidratos e lipídeos e absorção de líquidos e micronutrientes, como também a função imunológica.

Problemas do sistema digestivo

Existem inúmeros fatores que podem afetar o aparelho digestivo, fazendo com que a digestão não seja realizada de forma adequada, o que pode ocasionar algumas doenças. As principais doenças relacionadas ao sistema digestório são:

  • Gastrite;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Apendicite;
  • Constipação intestinal;
  • Síndrome do intestino irritável;
  • Esteatose hepática;
  • Câncer de estômago, intestino e colorretal.

As causas que provocam a má digestão podem ser em função da mastigação ineficiente ou pelo volume de alimento consumido. Além disso, outras causas podem estar relacionadas, como: baixa concentração de enzimas digestivas; o fumo e o álcool; ingestão de líquidos durante a refeição; períodos de jejum muito longos; estresse e ansiedade; excesso de cafeína; deitar depois de ter se alimentado; e alimentos gordurosos e condimentados.

Com a má digestão, o organismo pode ter baixa absorção de nutrientes, o que pode afetar o sistema imunológico e nervoso. Também podem surgir sintomas, entre eles: gases e arrotos; azia e queimação frequentes; náuseas e vômitos; sensação de inchaço e estômago pesado; e dor no tórax, semelhante a um infarto.

Alimentação e hábitos saudáveis para manter uma boa saúde digestiva

Para ter uma boa digestão, é importante estar atento à mastigação correta e aos alimentos consumidos, priorizando uma uma alimentação saudável e balanceada. Para isso, mastigue bem e devagar os alimentos, e inclua na sua dieta alimentos ricos em fibras, bem como carnes magras, grãos e cereais integrais, legumes, vegetais e frutas. É importante, também, manter uma rotina alimentar com horários regulares.

Os cuidados com a alimentação devem estar atrelados a uma boa hidratação, a ingestão de água é fundamental para o organismo, e à prática de atividades físicas. Também priorize a ingestão de probióticos, eles ajudam a repor bactérias saudáveis no estômago e auxiliam para o bom funcionamento do corpo.

Evite alimentos gordurosos, com muito sal e açúcar, e refeições fora de horário. Não consuma café e bebidas alcoólicas em excesso. Evite o excesso de estresse, nervosismo e ansiedade, essas condições afetam diretamente o funcionamento do organismo, causando incômodos como dores de estômago. E não se esqueça de visitar regularmente um gastroenterologista para manter sua saúde em dia.


Foto: Freepik.com


LEIA MAIS:
Dieta sem glúten: convivendo com a Doença Celíaca
Saúde da mulher: saiba quais são os benefícios do autocuidado
Quanto de água temos que beber por dia?

Bruna Faraco
Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), radialista e fotógrafa.

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,814FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
56SeguidoresSeguir

Atualizações