Home office: saiba como manter a postura adequada e preservar a sua coluna

0
104

Desde o início da pandemia, muitas empresas e trabalhadores optaram por instituir o modelo de trabalho remoto. Quem trocou o escritório pelo home office enfrentou muitas mudanças e adaptações necessárias. 

No entanto, nem todos conseguem adaptar totalmente um escritório em casa para essa nova rotina. Da mesa de jantar à tábua de passar roupa, da cadeira comum ao sofá, o ambiente doméstico não oferece as melhores condições para a produção de tarefas, o que vem trazendo uma série de questões associadas à saúde, sobretudo aquelas relacionadas às dores no corpo. 

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) apontam que, em 2020, as principais doenças usadas como justificativa para afastamento do trabalho foram ortopédicas, sendo a dor na coluna a primeira causa. 

O fisioterapeuta Julio Henrique Alves Franco explica que a má postura é aquela que gera dor. Isto é, quando um indivíduo fica com a coluna ereta, forçando para não sair da posição pelo período de 30 minutos, por exemplo, ele poderá começar a sentir dor. “Isso acontece porque a coluna vertebral não é reta, ela tem curvaturas anatômicas – curvaturas normais. Então falando de uma postura onde você sente dor ao trabalhar, podemos chamá-la de má postura”.

A dor postural afeta principalmente a lombar, o pescoço, o trapézio e a coluna, sobretudo o meio das costas. O hábito de sentar incorretamente pode resultar em:

  • Dor local;
  • Dor de cabeça;
  • Torcicolos;
  • Escoliose;
  • Ombros protusos (rodados para dentro);
  • Estresse (quem sente dor não fica tranquilo);
  • Ansiedade;
  • Depressão.

    Além disso, segundo Franco, a má postura pode levar a demais problemas nas costas, como contratura muscular, crises ciáticas e dor lombar, bem como lesão por esforço repetitivo (LER), tenossinovite, tendinites e capsulite adesiva – condição de inflamação na cápsula do ombro.

Mantenha a postura correta

De acordo com o fisioterapeuta, existem algumas recomendações ergonômicas que podem auxiliar na prevenção das dores posturais. São elas:

  • Monitor na altura dos olhos;
  • Cadeira com altura regulável, com cinco rodas, apoio para os braços, encosto para a lombar, as articulações dos joelhos e cotovelos devem ficar em um ângulo de 90 graus;
  • Distância do monitor de 45 a 70cm;
  • Apoio para os pés.

No entanto, Franco destaca que a principal recomendação a ser feita no trabalho remoto é realizar pausas e alternar a postura. “Se você conseguir a cada uma hora levantar, se movimentar um pouco, e voltar, tenho certeza que não vai sentir mais dores posturais. O corpo humano foi feito para o movimento e não para ficar oito horas na mesma posição”.

Pratique exercícios

Exercícios são o melhor remédio e prevenção, aponta o fisioterapeuta. A prática de exercícios físicos de forma regular, no mínimo três vezes na semana, contribuem para a melhora do sistema respiratório, fortalecimento dos músculos e bem-estar, favorecendo a boa postura e desempenho no trabalho. 

“Podem ser feitas qualquer atividade que você se identifique, não precisa ser só a musculação, pode ser praticado vôlei, boxe, pilates e futebol. O melhor exercício é aquele que você sente prazer em fazer”. 

Use roupas confortáveis 

Opte por usar roupas mais leves e soltas, evite peças muito apertadas. Desse modo, além de se sentir confortável, você consegue manter a boa postura sem dificuldades. 

Alimentação saudável

Durante o trabalho remoto, além de estar atento à postura, é importante tomar outros cuidados. De acordo com a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), ter uma alimentação saudável e beber água também são medidas fundamentais para cuidar da saúde neste período. Por isso, tenha sempre por perto uma garrafa de água e procure consumir alimentos naturais e nutritivos. 


Foto: Freepik


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here