Como organizar a vida financeira de um jeito saudável

0
109

Cuidar das nossas finanças vai muito além do gesto automático de pagar os boletos, não é mesmo? 

Manter as contas em dia oferece muitas experiências legais para a nossa vida, como lazer, realização de sonhos, entre outras oportunidades bacanas.

Mas tudo isso exige muita disciplina para que as coisas não saiam do controle. Afinal, é bem possível que uma pessoa que ganha muito dinheiro passe sufoco com suas contas no fim do mês. Por outro lado, uma pessoa com poucos recursos financeiros pode saber administrar tão bem o seu dinheiro e não passar sufoco algum.

Para te ajudar nisso, o Dindim por dindim dividiu com a gente algumas dicas neste mini guia sobre como organizar a vida financeira de um jeito saudável. 

Afinal, nosso objetivo é que você consiga manter a sua saúde financeira em dia para poder curtir a vida para além dos boletos.

O que é saúde financeira

Sabe quando as contas do mês fecham no azul e ainda sobra um dinheiro para guardar? Esse é o caminho para entender o que é saúde financeira.

A ideia de ter uma boa saúde financeira é buscar formas para que os ganhos do mês consigam cobrir as despesas e, se possível, guardar uma quantia para gastos emergenciais.

Se você quiser ir um pouco mais além, cuidar da sua saúde financeira é cuidar também do seu patrimônio e fazer planejamentos com o seu dinheiro para não entrar em um endividamento no futuro.

A importância de se organizar financeiramente

Conseguir se organizar financeiramente é um objetivo da maior parte da população. Afinal, conseguir manter as contas em dia traz muitas coisas boas para o nosso dia a dia e também para a vida prática.

Destacamos alguns pontos sobre a importância de você se organizar financeiramente:

Nome limpo

Manter a saúde financeira em dia pode ajudar você a manter o nome limpo – ou quem sabe a alcançar esse objetivo tão sonhado por brasileiros. 

De acordo com o Serasa, hoje em dia, o Brasil tem pelo menos 62,5 milhões de brasileiros inadimplentes. Com a saúde financeira em dia, você fica longe de se tornar mais um!

Estabilidade

Uma das vantagens de manter uma boa saúde financeira é a possibilidade, também, de alcançar a estabilidade financeira. 

Ter a tranquilidade de saber qual é o dinheiro que entra e que sai, sem a necessidade de fazer dívidas e poder dormir tranquilo, sem passar grandes sufocos.

Satisfação pessoal

Nada mais gostoso do que conseguir realizar desejos a partir de conquistas nossas.

E você sabia que a saúde financeira pode te ajudar a ter esse tipo de experiência? Para quem busca formas de satisfação pessoal com a realização de sonhos e objetivos, um dos caminhos é colocar as finanças em dia para que seus planejamentos sejam cumpridos.

Qualidade de vida

E não podemos deixar de falar em qualidade de vida, não é mesmo? Talvez um dos principais pontos quando falamos sobre a importância de se organizar financeiramente, a saúde física e mental agradecem muito quando as contas estão em dia.

Afinal, quando organizamos as finanças, estresse e preocupação diminuem, ao mesmo tempo que o sono melhora e a sensação de prazer aumenta. Uma maravilha!

Como organizar as contas

Existem muitas maneiras pra você começar a organizar as contas. Anotar as despesas em uma planilha de controle de gastos, controlar suas compras no cartão de crédito, entre outros truques ajudam a fechar as contas do mês. 

Aliás, o primeiro passo já pode ter sido dado nesse momento, lendo esse texto e pensando em formas de melhorar a sua saúde financeira!

Dicas para organizar a vida financeira

Separamos outras dicas que você pode seguir para manter suas finanças pessoais em dia e ficar sempre no azul.

Faça um orçamento mensal

Um passo fundamental quando o assunto é finanças são os gastos e o orçamento disponível para cobrir essas despesas.

E quando falamos sobre gastos, incluímos os gastos fixos (luz, gás, água, aluguel, etc), assim como os gastos supérfluos (lazer, restaurantes, viagens, etc).

Coloque no papel qual é o dinheiro disponível, seus gastos fixos e supérfluos e eventuais dívidas. Com essa organização, você terá o orçamento do mês para controlar seu fluxo financeiro.

Faça um limite de gastos

Todo mundo tem gastos fixos (aluguel, contas de luz, de água, celular, etc) e também tem os gastos supérfluos (viagens, shows, eventos, etc). Alguns desses gastos podem ser removidos da lista de despesas do mês se a ideia é controlar as finanças.

Então, a dica é colocar um limite nos gastos mensais (ou, quem sabe, nos anuais) e retirar despesas que não fazem sentido no seu mês.

Por exemplo: em vez de ir comer um salgado ou em um restaurante na hora do almoço, é possível encontrar algum lugar que dê para esquentar marmitas? Assim você consegue se alimentar melhor com a comida feita em casa e economizar o dinheiro que seria gasto com a refeição da rua. 

Veja a suas prioridades

Pensando ainda no controle de gastos, fica mais fácil de cortar gastos supérfluos quando sabemos quais são as prioridades do momento. 

Igual ao planejamento do orçamento do mês, vale a pena escrever (em uma folha de papel, no celular, computador, etc) quais são as suas prioridades para a sua vida, o quanto você vai ter de custo com elas e o que pode ser cortado por enquanto.

Quando você sabe qual é a sua prioridade de agora, deixa de fazer gastos à toa em outras atividades e foca seus esforços e dinheiro no que realmente é o seu objetivo principal. 

Ah, mas não esqueça de fazer, de tempos em tempos, novas anotações para saber se a sua lista de prioridades se mantém ou se, por algum acaso, ela mudou, ok?

Faça uma reserva para emergências

Quando falamos de saúde financeira, falamos sobre a importância da criação de uma reserva de emergência.

Para quem ainda não tem uma reserva de emergência, a dica é procurar sempre manter um dinheiro guardado que seja, no mínimo, três vezes maior do que o orçamento de um mês dos seus gastos pessoais.

Existem muitas formas de conseguir atingir esse valor e mesmo ganhando pouco é possível economizar: o principal é sempre manter um dinheiro reservado para a reserva emergencial no planejamento do mês.

Procure ajuda

Não deixe de procurar ajuda para buscar dicas para organizar a vida financeira. Veja vídeos, conteúdo nas redes sociais, aplicativos, leia artigos no Dindim, faça cursos e converse com quem entende do assunto. Quanto mais acesso à informação, mais fácil fica para você organizar as contas.


Esse artigo foi produzido pelo Dindim por dindim. O Dindim por dindim é o portal de educação financeira e empreendedorismo da SumUp. Tudo explicado de um jeito leve, sem termos difíceis ou palavras complicadas. Conheça!

Foto: Freepik


LEIA MAIS:
Pequenas mudanças nos hábitos alimentares contribuem para uma vida mais saudável e sustentável

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here