Confira 6 cuidados essenciais para manter a saúde bucal em dia


O Dia Nacional da Saúde Bucal, data instituída pela Lei nº 10.465/2.002, visa alertar a população sobre a importância de manter a saúde bucal. No Brasil, o dia 25 de outubro também celebra o Dia do Cirurgião-dentista, profissionais importantes para a promoção da saúde da boca e dos dentes.

A boca, primeiro órgão do sistema digestivo, é fundamental para a nossa saúde em todos os aspectos. É através da boca que conseguimos nos comunicar, nos alimentar e também respirar. No entanto, por ser a maior cavidade do corpo a ter contato direto com o meio externo, é através da boca que ficamos suscetíveis à bactérias e outros microrganismos que podem ser prejudiciais à saúde. 

Manter uma higiene bucal adequada e visitar regularmente um dentista são medidas essenciais para evitar o desenvolvimento de complicações como:

  • Mau hálito: entre as causas mais comuns do mau hálito está a falta de higiene bucal.
  • Gengivite: é a inflamação da gengiva provocada pela placa bacteriana, geralmente causada pela falta de higiene bucal.
  • Placa bacteriana: camada viscosa, sem cor e pegajosa, que se forma sobre a superfície dentária pela falta de escovação, provocando cáries e formação de tártaro.
  • Tártaro: ocorre pelo endurecimento da placa bacteriana na superfície dos dentes.
  • Cárie: ocorre pela má higiene bucal, consumo de alimentos e bebidas açucaradas, por bactérias presentes na boca, além de complicações de outras doenças que diminuem a quantidade de saliva na boca – como pacientes em tratamento quimioterápico ou radioterápico para o câncer.  
  • Lesões e aftas: são inchaços, manchas ou feridas que podem afetar a boca, língua ou lábios, causadas por herpes labial, candidíase e próteses mal ajustadas.

Para evitar problemas bucais, você pode tomar algumas medidas. Confira a seguir:

Higiene bucal 

É importante reforçar que, para evitar os problemas bucais citados acima, o mais correto é realizar a higiene bucal completa. Por isso, com muita calma no momento da escovação, escove todos os dentes, realizando movimentos circulares, sempre ao acordar, após as refeições e antes de dormir. Cuide para não realizar movimentos com muita força, isso pode desgastar os dentes ou causar lesões nas gengivas. 

Além disso, é indispensável usar o fio dental diariamente, uma vez que ele remove restos de alimentos que ficam entre os dentes e a linha da gengiva, contribuindo para a prevenção da formação de placa e tártaro. Não esqueça, também, do enxaguante bucal, ele ajuda a eliminar as bactérias causadoras dos problemas bucais, e da limpeza da língua, que você pode realizar utilizando um raspador específico. 

Escolha produtos adequados

Dê preferência a produtos de higiene bucal que contenham flúor. O flúor é um mineral natural que ajuda a proteger os dentes das bactérias causadoras de cáries. Cuidado com os cremes dentais abrasivos, eles podem causar o desgaste do esmalte dos dentes – camada protetora externa do dente. 

Troque de escova

A escova de dente deve ser trocada por outra em um intervalo de 3 a 4 meses, ou, se as cerdas estiverem desgastadas, troque antes desse período. Opte por escovas de cerdas macias e, desse modo, você evita machucados na gengiva e o desgaste do esmalte dentário. Sempre limpe sua escova após a escovação e deixe-a em um local seco. 

Cuide da alimentação 

A alimentação também influencia na saúde da boca. Alimentos que contêm açúcar e amido devem ser consumidos com moderação, visto que esse ingrediente pode causar cáries, além de serem prejudiciais para a saúde em geral.  Sempre escove os dentes ao consumir alimentos doces, sobretudo aqueles que acumulam mais nos dentes, como balas e brigadeiros. Frutas ácidas também devem ser evitadas, elas contribuem para o desgaste dos dentes. 

Evite a ingestão excessiva de café e bebidas alcoólicas, uma vez que eles podem manchar os dentes devido aos seus pigmentos e corantes. As bebidas alcoólicas ainda possuem substâncias que corroem os tecidos da boca, gengivas, bochechas e dentes, isso acaba diminuindo a produção de saliva – secreção responsável por ajudar a remover o resto de alimentos que ficam na boca.

Não fume

O tabaco está entre as principais causas de câncer bucal. Esse tipo de câncer é um tumor maligno, geralmente  diagnosticado em estágios avançados. O câncer de boca afeta lábios, estruturas da boca, como gengivas, bochechas, céu da boca, língua e a região embaixo da língua. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), para cada ano do triênio 2020-2022, são estimados mais de 15 mil novos casos de câncer de boca.

Além disso, fumar também pode causar doença periodontal, que é uma infecção que afeta a gengiva e os ossos ao redor dos dentes, levando a perda dentária.

Visite um dentista

Visitar regularmente um dentista é fundamental para manter a saúde da boca. A cada seis meses, busque o profissional para realizar avaliações e fazer limpezas completas. Desse modo, você mantém a sua saúde bucal em dia, evitando o surgimento de doenças, além de identificar e tratar precocemente os problemas que atingem a boca e os dentes. 


Foto: Freepik


LEIA MAIS
Refluxo e problemas dentais são principais causas de mau hálito recorrente
5 problemas bucais causados pelo tabagismo

Bruna Faraco
Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), radialista e fotógrafa.

Faça um comentário

Deixe seu comentário

Artigos Relacionados

Redes Sociais

3,814FãsCurtir
603SeguidoresSeguir
56SeguidoresSeguir

Atualizações