Cãibra muscular: o que é, causas, tratamento e prevenção

0
77

Dor paralisante, intensa e repentina na panturrilha ou na coxa ao realizar alguma atividade física são sinais característicos do que chamamos de cãibra muscular. Essa condição, que certamente já causou desconforto em muitos indivíduos em algum momento da vida, ocorre devido a uma contração rápida, involuntária e dolorosa de um músculo ou de um grupo muscular de qualquer parte do corpo. No entanto, geralmente, surge nos pés, mãos ou pernas, sobretudo na panturrilha e na parte posterior da coxa, e pode durar por segundos ou poucos minutos

Na maioria das vezes, as cãibras surgem durante ou após a realização de um exercício físico, no período da noite ou até mesmo durante o sono. Embora essa condição possa afetar qualquer pessoa em qualquer fase da vida, existem fatores que contribuem para o aumento da ocorrência de cãibras, a inatividade física está entre os principais, uma vez que a falta de exercícios e alongamentos pode deixar os músculos mais rígidos, levando à contração dos músculos.

Além disso,  outros fatores como desidratação, má circulação, artroses, carência de determinados minerais, como potássio ou magnésio, uso de medicamentos, bem como disfunções neurológicas e metabólicas. 

Em gestantes as cãibras também podem ser recorrentes devido à falta de minerais, como cálcio e potássio. Pacientes com problemas de saúde como diabetes, doenças no fígado, miopatia, anemia, insuficiência renal, doenças da tireoide, desequilíbrios hormonais também podem ter episódios de cãibras.

Tratamento

Na maioria dos casos, a cãibra muscular não requer nenhum tipo de tratamento, visto que ela desaparece espontaneamente em poucos minutos. Porém, quando ocorrem crises recorrentes, algumas medidas podem ser adotadas para diminuir a frequência dos episódios dolorosos, como:

  • alongamento;
  • técnicas de massagem;
  • gelo na região afetada – ajuda no processo de recuperação;
  • compressa quente – o aumento da temperatura causa o relaxamento do músculo.

Em episódios de cãibras, o uso de analgésicos e anti-inflamatórios não causam nenhum efeito para o tratamento.

Como prevenir

Para evitar sentir esse desconforto muscular, algumas medidas simples podem ser adotadas, como:

  • Realizar com regularidade alongamentos, principalmente antes dos exercícios físicos – eles levam tempo para contribuir para a prevenção e controle das cãibras, mas são fundamentais.
  • Ingerir alimentos que são ricos em minerais como potássio, magnésio e cálcio, inserindo na sua dieta alimentos como banana, abacate, peixes gordurosos, leite e seus derivados, leguminosas e água de coco.
  • Manter-se hidratado, bebendo ao menos 2 litros de água por dia, sobretudo durante as atividades físicas.
  • Evite realizar atividades físicas após as refeições.
  • Em casos de cãibras noturnas, uma boa medida é realizar alongamentos antes de dormir.
  • Fique de repouso após episódios de cãibras.
  • Evite o consumo de bebidas estimulantes, como a cafeína.
  • Abandone o tabagismo.

Além disso, respeite os limites do seu corpo, não realize esforços físicos em excesso. E em casos de dúvidas, busque sempre a orientação de um profissional de saúde.


Foto: Freepik


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here